Concurso TSE unificado: banca CEBRASPE

Uma reviravolta surpreendente no cenário do concurso TSE Unificado (Tribunal Superior Eleitoral) agita os ânimos dos concurseiros. Contrariando as expectativas, o Portal Nacional de Contratações Públicas anunciou nesta terça-feira (2) a contratação do CEBRASPE como a organizadora do certame, em conjunto com o projeto básico.

Mudança Inesperada:

Em dezembro de 2023, o Tribunal Superior Eleitoral havia divulgado em suas redes sociais que a Fundação Getúlio Vargas seria a responsável pela organização do certame. Essa reviravolta deixou muitos candidatos curiosos e ansiosos por informações adicionais. O Direção Concursos buscou esclarecimentos junto ao órgão para trazer mais detalhes aos concurseiros.

Vagas e Oportunidades:

O concurso TSE Unificado oferecerá um total de 520 vagas, contemplando cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário, além da formação de cadastro reserva para o Tribunal Superior Eleitoral e os Tribunais Regionais Eleitorais. Essa é uma oportunidade imperdível para quem almeja uma carreira sólida no serviço público.

Edital a Qualquer Momento:

Com o contrato já firmado, a expectativa é que o edital do certame seja publicado a qualquer momento. Esta notícia movimenta o mundo dos concursos, exigindo que os candidatos estejam atentos às atualizações para se prepararem da melhor forma possível.

Cronograma Ratificado pelo Ministro Alexandre de Moraes:

É importante ressaltar que o Ministro Alexandre de Moraes ratificou o cronograma de atividades do concurso TSE Unificado, afirmando que o edital será publicado até junho de 2024. Essa informação traz uma certa urgência aos estudos, destacando a importância de iniciar a preparação o quanto antes.

 

O que temos até o momento: 

De acordo com informações do TSE, a previsão é realizar as provas no primeiro semestre de 2024.

No âmbito do Concurso TSE Unificado, é possível consultar os cargos, requisitos e salários disponíveis. Cada tribunal especificou os cargos, vagas imediatas e formação de cadastro de reserva, conforme o termo de adesão enviado à Justiça Eleitoral.

A oferta contemplará técnicos e analistas judiciários em especialidades diversas, como administrativa, judiciária, apoio especializado e segurança, entre outras.

Para os cargos de técnico e analista judiciário, é necessário possuir nível superior completo, com a comprovação realizada por ocasião da posse.

 

Sobre as remunerações:

As remunerações estabelecidas são as seguintes:

  • Técnicos judiciários: R$8.046,84, sendo R$3.352,85 de vencimento básico e R$4.693,99 de Gratificação por Atividade Jurídica (GAJ);
  • Analistas judiciários: R$13.202,62, divididos em R$5.501,09 de vencimento básico e R$7.701,53 de Gratificação por Atividade Jurídica (GAJ).

 

Conheça nosso curso:

  • Teoria Abrangente: Nossa proposta é oferecer uma teoria que cobre todos os pontos do edital ANTT. Nosso corpo docente, composto por profissionais especializados, está comprometido em guiar você por cada tópico de forma clara e didática.
  • Questões e Provas Comentadas em Vídeoaula e PDF: Acreditamos na importância da prática para o sucesso em concursos. Por isso, disponibilizamos questões e provas comentadas em formatos de vídeoaula e PDF, proporcionando uma compreensão completa dos desafios que você encontrará no dia da prova.
  • Resumos Eficientes: Sabemos que o tempo é precioso. Ao final de cada aula, você terá acesso a resumos elaborados cuidadosamente para consolidar o conhecimento adquirido. Uma revisão rápida, mas abrangente, para manter você sempre à frente na preparação.
  • Fórum de Dúvidas Direto com o Professor: Sua evolução é nossa prioridade. Para garantir que todas as suas dúvidas sejam esclarecidas, oferecemos um fórum exclusivo, onde você pode interagir diretamente com nossos professores. Esse canal é um espaço dedicado para garantir que você compreenda cada ponto do conteúdo.

 

Clique aqui

 

 

 

A reviravolta no concurso TSE Unificado traz desafios e novas expectativas para os concurseiros. Com o CEBRASPE assumindo a organização, a contagem regressiva para a publicação do edital já começou. Esteja atento às atualizações e prepare-se para essa grande oportunidade que pode definir o seu futuro profissional. A hora de conquistar a vaga tão desejada está cada vez mais próxima. Boa sorte

 

 

Para ficar atenta(o) em todas as nossas postagens no blog, clique aqui.

Ficou com dúvida? Entre em contato via Whastapp: 32 98447-5981

 

Grande abraço!

Professor Décio Terror

 

 

Concurso ANA: Cebraspe Confirmado como Banca

O Concurso da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) está prestes a se iniciar, trazendo consigo não apenas a promessa de novas oportunidades profissionais, mas também a necessidade de uma preparação estratégica. Neste artigo, vamos explorar as últimas novidades sobre o concurso ANA, com foco especial na banca Cebraspe.

Banca Cebraspe Confirmada:

O Cebraspe foi oficialmente confirmado como a banca responsável pelo concurso ANA. Essa escolha estratégica visa assegurar um processo seletivo transparente e alinhado com os padrões de excelência que a ANA busca em seus profissionais. O extrato de contrato foi publicado em 20 de dezembro, marcando o início de uma fase crucial na preparação para o certame.

 

 

Detalhes do Edital ANA 2024:

O edital do Concurso ANA está previsto para ser publicado até a segunda quinzena de janeiro de 2024, e as expectativas são altas. Serão oferecidas 40 vagas para o cargo de Especialista em Regulação de Recursos Hídricos e Saneamento Básico, requisitando o nível superior como pré-requisito.

Detalhes Importantes:

  • Cargo: Especialista em Regulação de Recursos Hídricos e Saneamento Básico
  • Vagas: 40
  • Requisitos: Nível superior

Remuneração: As remunerações para este cargo podem atingir a marca de R$17.071,35, incluindo o auxílio-alimentação de R$658.

 

Resumo do Concurso ANA:

  • Instituto: Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico
  • Situação atual: Banca definida (Cebrespe)
  • Cargos: Especialista em Regulação de Recursos Hídricos e Saneamento Básico
  • Escolaridade: Nível superior
  • Vagas: 40
  • Remuneração: R$16.413,35

 

Esta é uma oportunidade única para ingressar em uma carreira de grande relevância na área de recursos hídricos e saneamento básico. A escolha da banca Cebrespe reforça o compromisso com a transparência e rigor técnico, tornando a preparação ainda mais crucial para os candidatos.

 

Conheça nosso curso:

Para alcançar o sucesso no concurso ANA é fundamental contar com um material de estudo de qualidade e um curso preparatório que compreenda as especificidades da banca organizadora Cebraspe. É por isso que oferecemos um curso de português focado na banca organizadora.

Com nosso curso, os alunos terão acesso a um conjunto abrangente incluindo:

  • Material em Vídeo e Livro Eletrônico: Oferecemos videoaulas ministradas por professores experientes e um livro eletrônico abrangendo todos os tópicos do último edital. Isso proporciona aos candidatos uma variedade de opções de aprendizado para se adequar às suas preferências.
  • Questões e provas comentadas da banca Cebraspe: Compreender a lógica e o estilo das questões da banca é fundamental para obter um desempenho excelente. Nossas provas comentadas da banca Cebraspe ajudam os alunos a se familiarizarem com o formato das perguntas e a desenvolver estratégias eficazes.
  • Fórum de Dúvidas: Estudar por conta própria pode gerar dúvidas. Com nosso fórum de dúvidas, os alunos têm a oportunidade de esclarecer suas questões diretamente com os instrutores, garantindo uma compreensão sólida dos tópicos.
  • Resumos: Disponibilizamos resumos para auxiliar os alunos a revisarem os principais conceitos e informações, economizando tempo em sua preparação.

 

Clique aqui

 

 

 

Para ficar atenta(o) em todas as nossas postagens no blog, clique aqui.

Ficou com dúvida? Entre em contato via Whastapp: 32 98447-5981

 

Grande abraço!

Professor Décio Terror

Sai edital do concurso TJ AP

Edital Concurso TJ AP 2024: 58 Vagas na Área de Apoio. 

Se você sonha em ingressar no mundo jurídico e atuar no Tribunal de Justiça do Amapá (TJ AP), temos uma boa notícia para você. O edital do concurso TJ AP acaba de ser divulgado, oferecendo 58 vagas nas carreiras de técnico e analista, com salários iniciais atrativos, atingindo R$8,5 mil!

Leia o edital na integra aqui 

Datas Importantes:

  • Inscrições: De 13 de novembro a 21 de dezembro de 2023
  • Taxa de Inscrição: Varia entre R$95 e R$105
  • Data da Prova: 24 de março de 2024
  • Local da Prova: Macapá, AP

Para realizar a inscrição:

Os interessados poderão se inscrever no portal da banca FGV, entre os dias 13 de novembro e 21 de dezembro de 2023. O valor da taxa varia entre R$95 e R$105. Fique atento ao site oficial do concurso para quaisquer atualizações ou informações adicionais sobre o processo de inscrição.

Isenção da Taxa de Inscrição:

Conforme indicado no edital, haverá a isenção da taxa de inscrição para os seguintes grupos:

  • Inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).
  • Portadores de necessidades especiais e reconhecidamente pobres.
  • Doadores de sangue.
  • Pessoas com necessidades especiais físicas, auditivas e visuais.

O período para solicitação da isenção da taxa estará aberto das 16h do dia 13 de novembro às 16h do dia 16 de novembro. Certifique-se de verificar os requisitos e procedimentos específicos para solicitar a isenção, conforme detalhado no edital do concurso.

Provas do concurso TJ AP 

Os candidatos serão avaliados por meio de:

  • Provas objetivas: Serão aplicadas no dia 24 de março de 2024 em Macapá AP, contendo 80 questões de múltipla escolha.
  • Perícia médica: Para candidatos que se declararem com deficiência.

As provas objetivas serão realizadas em dois turnos:

  • Turno da manhã, das 8h às 12h30 (horário de Brasília), para o cargo de analista judiciário.
  • Turno da tarde, das 15h às 19h30 (horário de Brasília), para o cargo de técnico judiciário.

As provas objetivas exigirão conhecimentos nas seguintes áreas, dependendo do cargo:

  • Para o cargo de analista judiciário (exceto execução de mandados e área judiciária):
    • Língua Portuguesa: 25 questões.
    • Legislação Específica e Noções de Direito Constitucional e Administrativo: 15 questões.
    • Conhecimentos Específicos: 40 questões.

Esteja preparado para enfrentar essas etapas desafiadoras e destacar-se neste concurso altamente competitivo.

Clique aqui

Veja o curso que preparamos para você: 

O que nos destaca dos demais cursos é a nossa abordagem focada na escala de prioridades da banca FGV, assim você estuda o que realmente importa.

Sabemos que cada banca tem suas particularidades, por isso, treinar é fundamental para aumentar o seu desempenho. Para isso,  temos mais de  1.000 questões comentadas da FGV, oferecendo explicações detalhadas que vão além do simples acerto ou erro.

Além disso, disponibilizamos no cursos mais de 70 provas comentadas.

Com nosso curso de português focado na banca FGV você estará mais bem preparado para enfrentar os desafios e alcançar o sucesso que deseja em sua carreira no setor ambiental.

 

Para ficar atenta(o) em todas as nossas postagens no blog, clique aqui.

Ficou com dúvida? Entre em contato via Whastapp: 32 98447-5981

 

Grande abraço!

Professor Décio Terror

hiperônimo, hipônimo, merônimo, holônimo

Saiba a diferença entre hiperônimo, hipônimo, merônimo, holônimo e sua aplicação na linguagem.

 

Você sabe a diferença entre hiperônimo, hipônimo, merônimo, holônimo?

 

hiperônimo: palavra constituída do prefixo grego “hiper-”, que significa maior, geral.

hipônimo: palavra constituída do prefixo grego “hipo-”, que significa menor, específico.

holônimos: palavra constituída do radical grego “-holos-”, que significa completo, inteiro, total.

merônimos: palavra constituída do radical grego “-meros-”, que significa parte, porção.

 

Está parecendo que é tudo a mesma coisa, não é mesmo? Então vamos observar cada dupla de palavras para você entender direitinho.

 

Hiperônimo é palavra de sentido geral, mais abrangente. Já hipônimo é palavra de sentido mais específico. Assim, um hipônimo é um tipo, uma classe de um hiperônimo.

 

Vamos tomar como base a palavra fruta.

 

São vários os tipos de fruta, como laranja, abacate, maçã, limão. Assim, a palavra “fruta” tem valor mais abrangente (hiperônimo), e “laranja”, “abacate”, “maçã”, “limão” têm valor mais específico, por isso são hipônimos.

 

Da mesma forma, são vários os tipos de “verdura” (hiperônimo), como “alface”, “couve”, “espinafre”, “cebolinha” (hipônimos).

 

Dessa forma, entendemos que hipônimo é palavra de valor específico, menos abrangente, do que o hiperônimo.

 

Agora, vamos entender holônimo e merônimo:

 

Palavras merônimas são partes constituintes de uma palavra holônima.

 

Vamos nos basear na palavra “casa”. Dentro de uma casa, há quarto, sala, banheiro.

 

Assim, entendemos que quarto, sala, banheiro são elementos constituintes de uma casa. São partes de um todo. Com isso, as palavras quarto, sala, banheiro são merônimos, partes menores de um todo.

 

Vamos partir de outra palavra: fruta

 

Como vimos anteriormente, se falamos os tipos de fruta, como maçã, laranja, banana, goiaba, tais palavras são hipônimos e fruta é o hiperônimo.

 

Porém, se falamos as partes da fruta, como semente, casca, polpa, essas são partes constituintes de uma fruta, por isso são merônimos e fruta é holônimo.

 

Percebeu a diferença?

 

hiperônimo: fruta

hipônimos: maçã, laranja, banana, goiaba

holônimo: fruta

merônimos: semente, casca, polpa

 

hiperônimo: casa

hipônimos: casinha, casebre, mansão, barraco

holônimo: casa

merônimos: quarto, sala, cozinha, banheiro

 

Portanto, hipônimo tem sentido mais específico e é um tipo, uma classe em relação a uma palavra de valor mais abrangente: hiperônimo.

 

merônimo é parte constituinte de um holônimo.

 

Como isso é usado na linguagem?

 

Para evitar a repetição desnecessária de palavra, pode-se empregar os pares hiperônimo, hipônimo ou holônimo, merônimo.

 

Cuidado com o sentido das palavras. Veja a relação “escola” e “sala de aula” abaixo:

 

A escola é o lugar de aprendizagem. Não se evolui cognitivamente, se o aluno não estiver na sala de aula com acesso a livros, a professores, a interação com os outros.

 

A expressão “sala de aula” é merônimo, porque é parte da “escola”, seu holônimo. Veja: sala de aula não é um tipo de escola, por isso não é hipônimo. Ela é parte constituinte da escola, por isso é merônimo.

 

Veja outro exemplo com as palavras “casa” e “teto”:

 

Minha casa é pequenina, não tem jardim, mas é meu teto.

 

A palavra “teto” é merônimo, por ser parte de “casa”, seu holônimo.

 

Agora, vamos ver a aplicação dos hiperônimos e hipônimos:

 

Muitos comem maçã, porque dizem que é bom para a voz. Mas eu gosto da fruta mesmo porque é saborosa.

 

Note que “maçã” é um tipo de fruta, não é parte da fruta. Por isso, maçã é hipônimo de fruta.

 

Vejamos a palavra “sargento”.

 

O sargento percebeu que o problema se aprofundou. Por isso, o militar reagiu rapidamente a fim de conter a situação.

 

O substantivo militar tem caráter abrangente, pois sargento é uma patente de militar, como ocorre com soldado, cabo, subtenente, tenente, capitão, major, coronel.

 

Assim, militar é hiperônimo e sargento é hipônimo.

 

Gostou do conteúdo?

Para ficar atenta(o) em todas as nossas postagens no blog, clique aqui.

Conheça o Português 0 a 100
Português 0 a 100

Ficou com dúvida?

Entre em contato via Whastapp: 32 98447-5981

 

Siga-me para mais dicas no Instagram @decioterror.

Inscreva-se no meu canal do Youtube Décio Terror

Abraços,
Professor Décio Terror

Publicado o Edital para Concurso TJRN

TJRN
Foi Publicado o edital para o concurso TJRN, com salário inicial de até 7.301,18.

O  Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte abre concurso ofertando 229 vagas imediatas mais a formação de cadastro de reserva para cargos diversos.

A remuneração inicial pode chegar a R$ 7.301,18, veja abaixo número de vagas, cargos e seus respectivos salários:

  • 160 vagas para o cargo de técnico judiciário (nível médio)  – Remuneração inicial – R$3.974,08
  • 32 para analista judiciário (nível superior diversas áreas) – Remuneração inicial – R$6.637,44
  • 2 para oficial de justiça – Remuneração inicial – R$6.637,44
  • 35 para analista judiciário – Apoio Especializado – Tecnologia de Informação, divididas da seguinte forma: 25 na área de Análise de Sistemas; 5 para Análise de Sistemas (Inteligência Artificial) e 5 para Análise de Suporte. Remuneração de R$7.301,18. 

 

Quanto as inscrições para as inscrições do concurso TJRN, os interessados devem acessar o  site da banca FGV , entre os dias seis de março e seis de abril de 2023. A taxa de inscrição varia entre R$85,00 a R$110,00, a depender do cargo escolhido.

Resumo sobre o concurso TJRN:

  • Banca organizadora: FGV
  • Cargos: Analista e Técnico Judiciário em diversas especialidades
  • Escolaridade: Níveis médio e superior
  • Carreira: Jurídica, TI, Saúde (Psicologia), Serviço Social, Contábil, História, Arquivologia, Biblioteconomia, Educação
  • Lotação Rio Grande do Norte
  • Número de vagas 229 + CR
  • Remuneração: R$ 3.974,08 a R$ 7.301,18
  • Inscrições: 06/03 a 06/04
  • Taxa de inscrição: R$ 85,00 a R$110,00
  • Data da prova objetiva: 04/06 (Analista Judiciário e Oficial de Justiça) e 11/06 (Técnico)

Sobre  a prova do concurso TJRN:

Como sabemos, foi Publicado o edital para o concurso TJRN, e a prova objetiva será composta por 70 questões, sendo 20 questões de língua Portuguesa.

Preparamos um curso especialmente para você, com acesso a material em vídeo e slides em PDF, além de mais de 1.000 questões e 54 provas comentadas.

Prepare-se com a gente, clique aqui e confira o curso que preparamos pra você.

 

Assista aqui provas comentadas da Banca FGV:

 

Conteúdo programático:

Português para a TJ RN
Acentuação gráfica.
Ortografia.
Estrutura e formação de palavras. Formas de abreviação. Vocabulário: neologismos, arcaísmos, estrangeirismos; latinismos.
Classes de palavras: fundamentos
Classes de palavras: Interjeição.
Classes de palavras: Substantivo.
Classes de palavras: Artigo.
Classes de palavras: Adjetivo.
Classes de palavras: Numeral.
Classes de palavras: Preposição.
Classes de palavras: Advérbio.
Classes de palavras: Verbo. Emprego de tempos e modos dos verbos em português.
Classes de palavras: Locução verbal.
Classes de palavras: Verbos irregulares.
Classes de palavras: Pronomes. Colocação pronominal.
Pontuação. Organização sintática das frases: termos. Ordem direta e inversa.
Pontuação e sinais gráficos. Organização sintática das frases: orações coordenadas. Conjunções.
Pontuação. Organização sintática das frases: orações subordinadas substantivas. Ordem direta e inversa. Conjunções.
Pontuação. Organização sintática das frases: orações subordinadas adjetivas.
Pontuação e sinais gráficos. Organização sintática das frases: orações subordinadas adverbiais. Ordem direta e inversa. Conjunções.
Concordância verbal e nominal.
Regência verbal e nominal.
A crase.
Tipologia da frase portuguesa. Estrutura da frase portuguesa: operações de deslocamento, substituição, modificação e correção. Problemas estruturais das frases. Paralelismo. Ambiguidade.
Semântica: antônimos, sinônimos.
Semântica: polissemia.
Semântica: hipônimos e hiperônimos.
Semântica: homônimos, parônimos.
Semântica: sentido próprio e figurado.
Estilística: figuras de linguagem.
Norma culta. Registros de linguagem.
Marcas de textualidade: coesão, coerência e intertextualidade.
Elementos dos atos de comunicação. Funções da linguagem. Tipos de discurso.
Tipos textuais: descrição, narração, exposição, argumentação e injunção; características específicas de cada tipo. Os dicionários: tipos; a organização de verbetes.
Gêneros textuais e domínios discursivos: textos informativos, publicitários, propagandísticos, normativos, didáticos e divinatórios; características específicas de cada gênero.
Interpretação e Compreensão de texto. Organização estrutural dos textos. Textos literários e não literários. Os modalizadores.
Estratégias argumentativas.
A linguagem e a lógica.
Máximas conversacionais. A organização das frases nas situações comunicativas: a colaboração e a relevância; os atos de fala.
Mais de 50 provas comentadas da banca FGV.

 

Para ficar atenta(o) em todas as nossas postagens no blog, clique aqui.

Ficou com dúvida? Entre em contato via Whastapp: 32 98447-5981

Grande abraço!

Professor Décio Terror

Concurso CNMP: está com a banca definida!

Concurso CNMP

O concurso CNMP está com a banca definida! O CESPE/CEBRASPE será a banca organizadora do certame, e ficará então, com a responsabilidade de receber as inscrições em seu site, elaborar e aplicar as etapas do processo seletivo.

Segundo o cronograma divulgado, o O Conselho Nacional do Ministério Público publicará o edital ainda em dezembro de 2022, com 23 cargos vagos, sendo 14 para técnicos em nível médio e 9 para analistas com nível superior.

Quanto as remunerações, o salário inicial aos cargos técnicos, é de R$7.591,37. Entretanto, a carreira de analista que exige o nível superior tem o salário inicial de R$12.455,30.

A estruturação das provas está ainda em definição. Entretanto, o regulamento do concurso CNMP poderá aplicar provas objetivas e discursivas, de caráter eliminatório e classificatório.

 

Veja abaixo o que preparamos pra você!

 

O que temos até o momento sobre o Concurso CNMP

  • Instituição: CNMP – Conselho Nacional do Ministério Público
  • Banca Organizadora: CESPE
  • Escolaridade: Médio, Superior
  • Estimativa de vagas: 14 nível técnico / 9 nível superior
  • Remuneração: R$12.455,30
  • Cronograma: em definição
  • Edital: previsão em Dezembro

 

Confira aqui, como foi o último edital.

 

Prepara-se para a prova com a gente:

Sabendo que o concurso CNMP terá o cebraspe/CESPE como banca organizadora , preparamos um curso de Português que apresenta toda a teoria cobrada pela banca. No curso você vai entender como funciona o perfil da banca, além de poder contar com muitas questões comentadas!

 

Clique aqui e confira!

 

Conteúdo programático para o Concurso CNMP

Aula 1: Domínio da ortografia oficial. (acentuação gráfica).
Aula 2: Domínio da ortografia oficial. (emprego de letras).
Aula 3: Emprego das classes de palavras. (fundamentos).
Aula 4: Emprego das classes de palavras. Emprego de tempos e modos verbais.
Aula 5: Emprego das classes de palavras. Colocação dos pronomes átonos.
Aula 6: Emprego das classes de palavras. (nome, preposição e artigo).
Aula 7: Sintaxe da oração. Pontuação.
Aula 8: Relação de coordenação entre orações. Pontuação.
Aula 9: Relação de subordinação substantiva. Pontuação.
Aula 10: Relação de subordinação adjetiva. Pontuação.
Aula 11: Relação de subordinação adverbial. Pontuação.
Aula 12: Concordância verbal e nominal
Aula 13: Regência verbal e nominal.
Aula 14: Emprego do sinal indicativo de crase.
Aula 15: Mecanismos de coesão textual.
Aula 16: Significação das palavras.
Aula 17: Reescrita de frases e parágrafos do texto.
Aula 18: Reconhecimento de tipos textuais.
Aula 19: Reconhecimento de gêneros textuais.
Aula 20: Compreensão e interpretação de textos de gêneros variados.
Aula 21: Correspondência Oficial
Aula Extra: Resumindo o emprego do vocábulo “que”.
Aula Extra: Resumindo o emprego do vocábulo “se”.
Aula Extra: Resumão

Aulas Extra: Provas Comentadas

Comece agora mesmo a treinar as questões da banca comigo, veja esse conteúdo que preparei pra você!

 

Para ficar atenta(o) em todas as nossas postagens no blog, clique aqui.

Ficou com dúvida? Entre em contato via Whastapp: 32 98447-5981

Grande abraço!

Professor Décio Terror

 

Simulado Português padrão CESPE/CEBRASPE

Baixe aqui o Simulado Português padrão CESPE/CEBRASPE

Simulado de Português Décio Terror exclusivo QConcursos sem gabarito

 

Assista à correção aqui:

Concurso PM SP: edital publicado

PMSP

O concurso PM SP, teve edital publicado na data de hoje, por meio de nota no Diário Oficial do Estado do Estado de São Paulo.

Estão sendo oferecidas 2.700 vagas para o cargo de soldado 2ª classe. Todas as vagas são efetivas e imediatas, para ambos os sexos, com remuneração acima de R$ 3.875,27 para a Polícia Militar do Estado de São Paulo.

Dentro os pré-requisitos desta vaga, podemos ressaltar a escolaridade com nível médio completo, ter idade entre 17 e 30 anos, altura mínima de 1,55 (mulheres) e 1,60 (homens), possuir carteira Nacional de Habilitação (CNH) nas categorias B e E, além dos requisitos tradicionais para as carreiras militares, como

  • Ser brasileiro
  • É permitido o uso de tatuagem, desde que sua simbologia não seja conflitante com os valores policiais-militares e não faça alusão a condutas ilícitas
  • Estar quite com as obrigações militares e eleitorais
  • Possuir boa saúde, higidez física, mental e perfil psicológico compatível com o cargo.

 

A prova está agendada para acontecer no dia 12 de fevereiro de 2023. Quanto as inscrições, elas deverão ser realizadas no site da banca, ( www.vunesp.com.br,) nas datas de 04 de novembro a 20 de dezembro. O valor da inscrição para o concurso PM SP será de R$ 57,00.

O que você precisa saber sobre o Concurso PM SP:

  • Status atual: Edital publicado: 4 de novembro de 2022
  • Banca organizadora: Vunesp
  • Órgão: Polícia Militar do Estado de São Paulo
  • Cargo: soldado 2ª classe
  • Requisito: nível médio (e outros)
  • Vagas: 2.700
  • Salário: R$3.875,27
  • Inscrição: 4 de novembro e 12 de dezembro
  • Taxa: R$57
  • Provas: 12 de fevereiro de 2023

 

Sobre a prova do Concurso PM SP, com base no edital publicado

Haverá 20 questões de Língua Portuguesa e Interpretação de Texto na primeira fase na prova, sendo de caráter eliminatória e classificatória. A segunda prova (discursiva) será composta por uma redação.

 

Prepara-se para a prova com a gente:

Sabendo que o concurso PM SP terá a Vunesp como banca organizadora , preparamos um curso de Português que apresenta toda a teoria cobrada pela banca, com muitas questões comentadas!
Confira no link abaixo:

Quero aprender Português da Vunesp! 

 

Para ficar atenta(o) em todas as nossas postagens no blog, clique aqui.

Ficou com dúvida? Entre em contato via Whastapp: 32 98447-5981

Grande abraço!

Professor Décio Terror

Recurso TRT MG 2022 Português

Hoje vou falar de Recurso TRT MG 2022 Português.

A banca FUMARC aplicou as provas do TRT MG nos níveis analista e técnico e abaixo eu vou inserir três vídeos em que explico os recursos contra algumas questões.

Vamos primeiro à prova de nível técnico.

Recursos prova TRT MG 2022 Técnico Judiciário

Para isso, baixe a prova aqui!

Oriento recurso contra as seguintes questões abaixo expostas:

 

1. Sobre o gênero do texto, trata-se de

(A) um artigo de opinião.

(B) um editorial.

(C) um relato pessoal.

(D) um texto dissertativo-argumentativo.

(E) uma crônica.

Gabarito preliminar: C

Recurso: O conteúdo programático do edital não previa o tema “Gêneros textuais”, conforme pede a questão.

Observe-se o conteúdo do edital:

Compreensão e interpretação de textos: informações literais e inferências possíveis. Articulação textual: expressões referenciais, nexos, operadores sequenciais, coerência e coesão. Significação contextual de palavras e expressões. Conhecimentos de norma-padrão: a) emprego de crase; b) emprego de tempos e modos verbais; c) emprego e colocação de pronomes; d) regência nominal e verbal; e) concordância verbal e nominal; f) pontuação. Linguística: variação linguística, norma linguística.

O que está previsto é a Compreensão e interpretação de textos: informações literais e inferências possíveis, o que de maneira alguma se confunde com o tema “Gêneros textuais”. Assim, a banca extrapolou o conteúdo programático e se deve contestar, solicitando a anulação da questão.

 

7. Há linguagem figurada, EXCETO em:

(A)  “Aí, sim, aflorou um turbilhão de sentimentos misturados – medos, inseguranças, incertezas.”

(B)  “E nesse cenário fui demarcando o meu território.”

(C)  “Ele consegue ser um espelho para vários homens.”

(D)  “Mas a convivência intensiva também foi boa, produtiva, e me fez melhor.”

(E)  “Na geração dos meus pais, como diz o filme, mãe era peito e o progenitor, bolso.”

Gabarito preliminar: D

Recurso: O conteúdo programático do edital não previa o tema “Linguagem figurada”, conforme pede a questão.

Observe-se o conteúdo do edital:

Compreensão e interpretação de textos: informações literais e inferências possíveis. Articulação textual: expressões referenciais, nexos, operadores sequenciais, coerência e coesão. Significação contextual de palavras e expressões. Conhecimentos de norma-padrão: a) emprego de crase; b) emprego de tempos e modos verbais; c) emprego e colocação de pronomes; d) regência nominal e verbal; e) concordância verbal e nominal; f) pontuação. Linguística: variação linguística, norma linguística.

O que está previsto é a Significação contextual de palavras e expressões, o que de maneira alguma se confunde com o tema “Linguagem figurada”.

Assim, a banca extrapolou o conteúdo programático e se deve contestar, solicitando a anulação da questão.

 

13. A colocação do pronome oblíquo é facultativa em:

(A)  “Cheguei a me afastar de amigos, uma vez que nossas realidades passaram a seguir cursos tão diferentes.”

(B)  “Em Papai É Pop, identifico-me com meu personagem Tom porque vejo nele um genuíno desejo de ser bom pai.”

(C)  “Mas a convivência intensiva também foi boa, produtiva, e me fez melhor.”

(D)  “Nunca havia lido o livro no qual se baseia o roteiro, obra que levanta uma ampla reflexão para nós, homens, sobre paternidade.”

(E)  “Ser pai de menina era um admirável mundo que se abria.”

Gabarito preliminar: A

Recurso: Na alternativa (A), realmente o infinitivo solto “afastar” admite o posicionamento do pronome átono antes ou depois:

“Cheguei a me afastar de amigos, uma vez que nossas realidades passaram a seguir cursos tão diferentes.”

“Cheguei a afastar-me de amigos, uma vez que nossas realidades passaram a seguir cursos tão diferentes.”

Porém, também a alternativa (C) não apresenta motivos gramaticais de imposição do pronome átono proclítico. A única possibilidade seria de o advérbio “também” estar subentendido após a conjunção “e”, o que atrairia o pronome átono “me”. Porém, tal advérbio não é obrigatoriamente subentendido, pois se pode interpretar que “a convivência intensiva também foi boa, produtiva, e (essa convivência intensiva) me fez melhor (ou fez-me melhor).

Assim, admitem-se as construções enclíticas ou proclíticas:

“Mas a convivência intensiva também foi boa, produtiva, e me fez melhor.”

“Mas a convivência intensiva também foi boa, produtiva, e fez-me melhor.”

Sendo assim, solicita-se anulação da questão por haver duas alternativas com colocação pronominal facultativa.

Veja o comentário em vídeo desses recursos:

Recursos prova TRT MG 2022 Analista Judiciário

Para isso, baixe a prova aqui!

Oriento recurso contra as seguintes questões abaixo expostas:

 

1. Sobre o gênero do texto, é CORRETO dizer que se trata de

(A) editorial.

(B) um artigo de opinião.

(C) um relato pessoal.

(D) um texto dissertativo-argumentativo.

(E) uma crônica.

Gabarito preliminar: B

Recurso: O conteúdo programático do edital não previa o tema “Gêneros textuais”, conforme pede a questão.

Observe-se o conteúdo do edital:

Compreensão e interpretação de textos: informações literais e inferências possíveis. Articulação textual: expressões referenciais, nexos, operadores sequenciais, coerência e coesão. Significação contextual de palavras e expressões. Conhecimentos de norma-padrão: a) emprego de crase; b) emprego de tempos e modos verbais; c) emprego e colocação de pronomes; d) regência nominal e verbal; e) concordância verbal e nominal; f) pontuação. Linguística: variação linguística, norma linguística.

O que está previsto é a Compreensão e interpretação de textos: informações literais e inferências possíveis, o que de maneira alguma se confunde com o tema “Gêneros textuais”. Assim, a banca extrapolou o conteúdo programático e se deve contestar, solicitando a anulação da questão.

 

8. Há linguagem figurada em:

(A)  “Algumas mudanças na ética verbal, porém, me parecem contraproducentes.”

(B)  “Algumas palavras têm que doer, porque a realidade dói.”

(C)  “Em certo momento dos anos 90, “favela” virou “comunidade”.

(D)  “Mas o problema, pensei, não tá no termo “índio”, tá no preconceito do branco.”

(E)  “O mesmo vale para “morador em situação de rua”.

Gabarito preliminar: B

Recurso: O conteúdo programático do edital não previa o tema “Linguagem figurada”, conforme pede a questão.

Observe-se o conteúdo do edital:

Compreensão e interpretação de textos: informações literais e inferências possíveis. Articulação textual: expressões referenciais, nexos, operadores sequenciais, coerência e coesão. Significação contextual de palavras e expressões. Conhecimentos de norma-padrão: a) emprego de crase; b) emprego de tempos e modos verbais; c) emprego e colocação de pronomes; d) regência nominal e verbal; e) concordância verbal e nominal; f) pontuação. Linguística: variação linguística, norma linguística.

O que está previsto é a Significação contextual de palavras e expressões, o que de maneira alguma se confunde com o tema “Linguagem figurada”.

Assim, a banca extrapolou o conteúdo programático e se deve contestar, solicitando a anulação da questão.

 

11. A posição do pronome oblíquo é facultativa em:

(A)  “Mendigo” é um termo horrível não porque as vogais e consoantes se juntem de forma deselegante.”

(B)  “Do contrário, a linguagem deixa de ser uma ferramenta que busca representar a vida como ela é e se torna um tapume nos impedindo de enxergá-la.”

(C)  “Não, não estará se não nos indignarmos com a indigência e agirmos.”

(D)  “Nosso objetivo deveria ser dar condições de vida decente praquela gente, não nos sentirmos confortáveis ao mencioná-la.”

(E)  “Talvez fosse bom deixarmos o incômodo nos tomar toda vez que disséssemos ou ouvíssemos “favela” ou “favelados […].”

Gabarito preliminar: E

Recurso: Na alternativa (E), realmente o infinitivo solto “tomar” admite o posicionamento do pronome átono antes ou depois:

“Talvez fosse bom deixarmos o incômodo nos tomar toda vez que disséssemos ou ouvíssemos “favela” ou “favelados […].”

“Talvez fosse bom deixarmos o incômodo tomar-nos toda vez que disséssemos ou ouvíssemos “favela” ou “favelados […].”

Porém, a alternativa (B) também não apresenta motivos gramaticais de imposição do pronome átono proclítico. A única possibilidade seria de uma palavra atrativa forçar a próclise, pois se sabe que a conjunção coordenativa “e” não força de atração. Também não há qualquer palavra subentendida após a conjunção “e” que pudesse atrair o pronome átono “se”.

Observem-se as estruturas coordenadas: “a linguagem deixa de ser uma ferramenta […] e se torna um tapume nos impedindo de enxergá-la.”

Assim, admitem-se as construções enclíticas ou proclíticas:

“a linguagem deixa de ser uma ferramenta […] e se torna um tapume nos impedindo de enxergá-la”

“a linguagem deixa de ser uma ferramenta […] e torna-se um tapume nos impedindo de enxergá-la”

Sendo assim, solicita-se anulação da questão por haver duas alternativas com colocação pronominal facultativa.

Veja o comentário desses recursos em vídeo:

 

Veja abaixo o comentário das duas provas:

 

Concurso MP MG 2022: Edital publicado!

 

Concurso MP MG

O Concurso MP MG 2022 teve seu edital publicado!

O Ministério Público de Minas Gerais realiza um novo concurso MP MG para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva nos cargos de oficial e analista do quadro permanente dos serviços auxiliares.

Estão sendo disponibilizadas 101 vagas imediatas de nível médio e superior, sendo estas para os cargos de oficial e analista, respetivamente. Além disso, o candidato deve ter graduação na respectiva área para poder concorrer.

Portanto, há muitas oportunidades para a aprovação. É hora de se preparar e focar nos estudos!

O que você precisa saber:

  • Banca Organizadora: Instituto Consulplan
  • Vagas: 101
  • Cargos: oficial e analistas
  • Requisitos: médio e superior
  • Salários: R$5.986,84 e R$8.190,14
  • Inscrição: 1º de novembro a 5 de dezembro
  • Taxa: R$90 e R$100
  • Prova: 15 de janeiro de 2023

 

Clique Aqui e veja o edital na íntegra.

 

Sobre a Prova MP MG 2022

Para todos os candidatos do concurso MP MG 2022 serão cobrados provas objetivas e discursivas, ambas terão caráter eliminatório e classificatório. As provas irão acontecer no dia 15 de janeiro de 2023.

Para os cargos Oficial, serão cobradas 15 questões de Língua Portuguesa, já o para o cargo de Analista, serão cobrados 10 questões de Língua Portuguesa.

Conheça meu curso para o Concurso MP MG 2022:

Para estar na lista dos aprovados, você pode contar com a assinatura do Português 0 a 100.

Com a assinatura do Português 0 a 100, você tem acesso a todos os cursos do Professor Décio Terror em uma só plataforma!

O curso em vídeo e PDF terá também resumos e questões comentadas das principais bancas do país. 

Pode ter certeza de que, você encontrará o melhor do conteúdo de Português e terá plenas condições de se sair muito bem em Língua Portuguesa no dia de sua prova.

Em suma, desejamos que você tenha uma ótima preparação e uma excelente prova!

Clique aqui e confira o que preparamos para você.

 

Para que você saiba exatamente como a banca cobra e exercite bastante, separamos aqui algumas questões do nosso sistema de questões. Clique aqui!

Concurso SAP/SC: Edital publicado oferta 43 vagas imediatas

Concurso SAP/SC: Edital publicado oferta 43 vagas imediatas

 

O Concurso SAP/SC tem seu edital publicado e conta com oferta de 43 vagas imediatas, além da formação de cadastro de reserva.

O concurso público da Secretaria de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa do Estado de Santa Catarina, distribui as vagas entre os cargos de níveis médio e superior, com salários iniciais entre R$ 5.245,34 a R$ 8.665,18.

As inscrições serão realizadas entre os dias 12 de outubro as 10:00h a 11 de novembro, ao custo de R$ 110,00 a R$ 130,00, através do site sap.ieses.org/inscricoes.

De antemão,

O que você precisa saber para Concurso SAP/SC:

  • Banca Organizadora: IESES
  • Vagas: 43 + CR
  • Salário inicial: 5.245,34 a R$ 8.665,18
  • Data da prova: 11 de dezembro de 2022
  • Escolaridade: Nível Médio e Superior
  • Inscrições: 12/10/2022 a 11/11/2022
  • Taxa de inscrição: entre R$ 110,00 a R$130,00

Confira o Edital Clicando aqui.

 

Prova:

A Prova Objetiva será composta por 50 questões de múltipla escolha. De antemão, informo que não haverá avaliação de redação, logo todo seu esforço e foco deve constar em gabaritar as 10 questões de língua portuguesa na prova objetiva, que terá caráter eliminatório e classificatório.

As provas objetivas acontecerão no domingo, 11 de dezembro de 2022, no local que constar do Documento de
Confirmação de Inscrição, e terão duração de 4 (quatro) horas.

 

Conheça meu curso para o Concurso SAP/SC:

Queremos que você esteja na lista de aprovados! Portanto, a assinatura do Português 0 a 100 vai te preparar para chegar a este objetivo.

Com a assinatura do Português 0 a 100, você tem acesso a todos os cursos do Professor Décio Terror em uma só plataforma!

O curso em vídeo e PDF terá também resumos e questões comentadas.

 

Pode ter certeza de que, você encontrará o melhor do conteúdo de Português e terá plenas condições de se sair muito bem em Língua Portuguesa no dia de sua prova.

Em suma, desejamos que você tenha uma ótima preparação e uma excelente prova!

Clique aqui e confira o que preparamos para você.

 

Para que você saiba exatamente como a banca cobra e exercite bastante, separamos aqui algumas questões do nosso sistema de questões. Clique aqui!

 

Concurso TRT AL: novo edital publicado

 

O Concurso TRT AL tem novo edital publicado com oferta de vagas nos cargos de níveis médio e superior, como Analista Judiciário em diversas especialidades.

Os salários para os cargos de nível médio e superior possuem remuneração inicial de R$7.591,37 a R$ 12.455,30.

As inscrições poderão ser realizadas no período de 11/10/2022 a 07/11/2022, via site do Instituto AOCP, com taxa de pagamento nos valores de R$ 75,00 a R$ 125,00 a depender do cargo.
Saliento que haverá período para isenção, de 11 a 14 de outubro, e poderão solicitar os candidatos nas seguintes condições: inscritos no CadÚnico e doadores de medula óssea.

O que você precisa saber:

Situação Atual: Edital Publicado

Data da prova: 11/12/2022

Banca examinadora: Instituto AOCP

Período de Inscrição: 11 a 14/10/20222

Cargos: Analista e Técnico Judiciário

Remuneração: R$ 7.591,37 a R$ 12.455,30

Clique aqui para ver mais sobre o edital

 

Prova:

Conforme o edital, os candidatos ao concurso TRT AL 2022 serão avaliados por meio de provas objetivas e discursivas, de caráter eliminatório e classificatório.
Será cobrado 10 questões de língua portuguesa, além da segunda fase com prova discursiva de redação.

O prazo de validade do atual concurso TRT AL com vagas em cargos da área de apoio será de dois anos, contados a partir da homologação do resultado final e podendo ser prorrogado uma vez pelo mesmo período.

 

Conheça meu curso:

Como o Concurso TRT AL teve novo edital publicado, preparamos para você um curso direcionado e focado no que precisa estudar.
É para gabaritar português!

O curso Português para TRT AL é voltado inteiramente a este concurso, com acesso a videoaulas e PDFs, além de resumos e questões comentadas.

Pode ter certeza de que, ao final do curso, você terá plenas condições de se sair muito bem em Língua Portuguesa no dia de sua prova.

Clique aqui e confira o que preparamos para você.

 

Conteúdo Programático:

Módulo 1: Acentuação gráfica.

Módulo 2: Ortografia.

Módulo 3: Morfologia: classes de palavras variáveis e invariáveis e seus empregos no texto. Fundamentos das classes de palavras.

Módulo 4: Emprego das classes de palavras. Interjeição.

Módulo 5: Emprego das classes de palavras. Artigo.

Módulo 6: Emprego das classes de palavras. Substantivo.

Módulo 7: Emprego das classes de palavras. Adjetivo.

Módulo 8: Emprego das classes de palavras. Numeral.

Módulo 9: Emprego das classes de palavras. Preposição.

Módulo 10: Emprego das classes de palavras. Advérbio.

Módulo 11: Emprego das classes de palavras. Verbo. Emprego de tempos e modos verbais.

Módulo 12: Emprego das classes de palavras. Locuções verbais (perífrases verbais).

Módulo 13: Emprego das classes de palavras. Flexão verbal irregular.

Módulo 14: Emprego das classes de palavras. Pronomes. Colocação pronominal.

Módulo 15: Sintaxe: relações sintático-semânticas estabelecidas na oração (período simples). Emprego dos sinais de pontuação e sua função no texto. Função textual dos vocábulos.

Módulo 16: Sintaxe: relações sintático-semânticas estabelecidas entre orações, períodos ou parágrafos (período composto por coordenação). Emprego dos sinais de pontuação e sua função no texto. Conjunções.

Módulo 17: Sintaxe: relações sintático-semânticas estabelecidas entre orações, períodos ou parágrafos (período composto por subordinação substantiva). Emprego dos sinais de pontuação e sua função no texto. Conjunções.

Módulo 18: Sintaxe: relações sintático-semânticas estabelecidas entre orações, períodos ou parágrafos (período composto por subordinação adjetiva). Emprego dos sinais de pontuação e sua função no texto. Pronomes relativos.

Módulo 19: Sintaxe: relações sintático-semânticas estabelecidas entre orações, períodos ou parágrafos (período composto por subordinação adverbial). Emprego dos sinais de pontuação e sua função no texto. Conjunções.

Módulo 20: Concordância verbal e nominal.

Módulo 21: Regência verbal e nominal.

Módulo 22: Emprego do sinal indicativo de crase.

Módulo 23: Significação de palavras e expressões. Relações de sinonímia e de antonímia.

Módulo 24: Domínio dos mecanismos de coesão textual: emprego de elementos de referenciação, substituição e repetição, de conectores e de outros elementos de sequenciação textual. Domínio dos mecanismos de coerência textual.

Módulo 25: Reescrita de frases e parágrafos do texto: significação das palavras; substituição de palavras ou de trechos de texto; reorganização da estrutura de orações e de períodos do texto; reescrita de textos de diferentes gêneros e níveis de formalidade.

Módulo 26: Elementos da comunicação e funções da linguagem.

Módulo 27: Funções do “que” e do “se”.

Módulo 28: Tipologia textual.

Módulo 29: Gênero textual.

Módulo 30: Compreensão e interpretação de texto.

Módulo 31: Variação linguística.

Módulo 32: Correspondência oficial (conforme Manual de Redação da Presidência da República): aspectos gerais da redação oficial; características e finalidade dos expedientes oficiais; adequação da linguagem ao tipo de documento e ao perfil do interlocutor; adequação do formato e da estrutura textual ao gênero; valor documental dos expedientes oficiais.

 

Para que você saiba exatamente como a banca cobra e exercite bastante, separamos aqui algumas questões do nosso sistema de questões. Clique aqui!